O Grupo

A História do Black Eyed Peas

O Black Eyed Peas é um grupo que já seguiu diferentes estilos musicais, já passaram pelo hip hop, R&B até o eletrônico. Atualmente é formado por 4 integrantes: will.i.am, Apl.de.Ap, Taboo e Fergie. Além de uma gigantesca equipe de produção e banda. Will e Apl faziam parte do grupo Atban Klann junto com Mookie Mook, DJ Motiv8 & Dante Santiago, estes que trabalhariam futuramente na produção de músicas para o BEP.

1995 – O começo de tudo

O grupo surgiu em meados de 1995. Quando se juntaram para escolher o nome do grupo, eles chegaram a pensar em diversos nomes, até que Black Eyed Peas surgiu e todos gostaram. O nome em sua tradução literal significa “feijão fradinho”, um alimento de ano novo que significa boa sorte, que era o que eles queriam, para Will seria uma espécie de alimento para a alma.

1998 – O primeiro álbum

Em 1998 o Black Eyed Peas lançou seu primeiro álbum intitulado Behind The Front, ele foi bastante aclamado pela crítica especializada e seguia o estilo hip hop.

2000 – O segundo álbum

Em 2000 o Black Eyed Peas lançou seu segundo álbum, Bridging The Gap, e até então vendeu cerca de 600 mil cópias. Nesse período, o Black Eyed Peas contava com a participação de Kim Hill nos vocais femininos.

2003 – A chegada da Fergie

No entanto, quando se preparavam para gravar o terceiro álbum, Elephunk, eles teriam dito que precisavam de algo mais sexy, seguindo um pouco mais nesse estilo. Kim Hill não concordou e acabou saindo do grupo. Eles precisavam de uma nova mulher para os vocais e foi então que convidaram Nicole Scherzinger, mas ela não pode aceitar o convite na época, pois ainda tinha contrato com o grupo Eden’s Crush. Graças ao destino, Dante Santiago apresentou Fergie para will.i.am e ela então entrou no grupo em 2003 para gravar “Shut Up”. Os rapazes gostaram tanto de sua participação que ela acabou gravando mais músicas do Elephunk e entrou no grupo permanentemente. O álbum Elephunk fez bastante sucesso mundialmente e teve singles bastante memoráveis. A música “Where Is The Love?” atingiu o #1 lugar no Reino Unido e foi a música mais baixada por lá no ano de 2003. O álbum teve uma boa recepção pela crítica e pelo público e já vendeu cerca de 9 milhões de cópias mundialmente. Com “Let’s Get It Started” eles ganharam o primeiro Grammy do grupo por “Best Rap Performance by a Duo or Group”.

2005 – Monkey Business

Em 2005 o Black Eyed Peas completava 10 anos, aproveitando o bonde de ouro que passava com o sucesso de Elephunk, foi lançado o álbum Monkey Business que teve a música “Don’t Phunk With My Heart” como primeiro single. Em 2006 o álbum recebeu 4 indicações ao Grammy e levou o prêmio de “Best Rap Performance by a Duo or Group” com Don’t Phunk With My Heart. O sucesso do álbum não parou por aí, no ano seguinte, o grupo ganhou novamente o Grammy de “Best Rap Performance by a Duo or Group” com a música My Humps. Nos Estados Unidos, mais de 4 milhões de cópias já foram vendidas. Para encerrar a turnê deste álbum, o grupo fez um show na virada do ano em Ipanema, no Rio, com mais de 1,5 milhão de pessoas, o maior público do grupo até hoje.

2006 – Álbum da Fergie

Em 2006, o Black Eyed Peas entrou em pausa e os integrantes investiram na carreira solo. Fergie lançou seu álbum “The Dutchess” que vendeu mais de 7,5 milhões de cópias mundialmente e teve todos os seus singles no top 5 da Billboard Hot 100, sendo que três ocuparam a #1 posição. O álbum fez muito sucesso e recebeu vários prêmios e até hoje é lembrado na indústria musical.

2007 – Álbum do will.i.am

No ano de 2007, will.i.am lançou seu terceiro álbum solo, Songs About Girls. Apesar de receber boas críticas de especialistas, o álbum não obteve muito sucesso comercial nas vendas e paradas musicais. Apesar disso, para muitos fãs este é o melhor álbum solo do cantor.

2009 – O retorno em grande estilo

Depois de quase 4 anos, em 2009 o Black Eyed Peas preparava seu retorno em grande estilo. Seu próximo álbum se chamaria THE E.N.D. e causou grande alvoroço na mídia que especulava que esse seria o álbum de despedida do grupo. Porém tudo não passou de uma grande jogada de marketing, pois o álbum se chamava The E.N.D (Energy Never Dies) o álbum de maior sucesso do grupo, que foi considerado um marco na indústria musical por dar o ponta pé inicial no estilo electro. A música Boom Boom Pow foi lançada como primeiro single e alcançou o #1 lugar na Billboard Hot 100 permanecendo por 12 semanas. Foi aí que lançaram “I Gotta Feeling” que pegou o #1 lugar de Boom Boom Pow e ficou por lá durante 14 semanas. No total, o Black Eyed Peas permaneceu no topo por 26 semanas consecutivas, quebrando o recorde de maior permanência no topo e isso foi motivo de muito orgulho e festa para os fãs e para o próprio Black Eyed Peas, pois nenhum artista até o momento tinha conquistado tal fato. O álbum também atingiu o topo na Billboard 200. O grupo também realizou o maior flash mob de todos durante o programa da Oprah, reunindo aproximadamente 21 mil pessoas que dançaram ao som de I Gotta Feeling. Esse fato também foi muito comentado na mídia, pois o programa da Oprah tem uma audiência muito grande nos EUA. Em seguida, lançaram Meet Me Halfway como single que alcançou a #7 posição no Hot 100 e #1 lugar no Reino Unido. Foi lançado “Imma Be” e “Rock That Body” como singles simultâneos, Imma Be pegou o #1 lugar na Hot 100 e Rock That Body alcançou a #9 posição. Em setembro de 2009 eles iniciaram a The E.N.D. World Tour, a maior turnê do grupo, que contou com vários efeitos especiais e grande produção de telões, palco, dançarinos e mais. A turnê passou por diversos países e chegou ao Brasil em 2010 passando por 9 cidades, uma das maiores turnês internacionais no país. O álbum já vendeu mais de 11 milhões de cópias mundialmente e deu mais três Grammy’s ao Black Eyed Peas, sendo eles: Best Pop Vocal Album, Best Pop Performance by a Duo or Group with Vocals com “I Gotta Feeling”, Best Short Form Music Video com “Boom Boom Pow”.

2010 – The Beginning

Logo em seguida, em 2010, eles lançaram o The Beginning, sexto álbum do grupo, que segundo o Will simboliza o crescimento, novos começos, uma nova perspectiva. O álbum teve “The Time (Dirty Bit)” como primeiro single que alcançou o #4 lugar no Hot 100, Just Can’t Get Enough como segundo single que ficou na #3 posição no Hot 100 e Don’t Stop The Party que fechou o álbum e teve o clipe divulgado com imagens da passagem do BEP pelo Brasil.

2011 – Super Bowl e retorno ao Brasil

Em 2011 o Black Eyed Peas foi convidado a se apresentar no intervalo do Super Bowl, a final da liga americana de futebol. Esse é o evento com maior audiência no Mundo e significou uma grande conquista na carreira do grupo recebendo grandes elogios. Ainda em 2011 eles saíram em turnê e vieram ao Brasil para o festival SWU que aconteceu em Paulínia, São Paulo e levou milhares de fãs ao festival só para ver a apresentação única do grupo naquele ano. Em novembro, eles realizaram o último show da turnê nos Estados Unidos e entraram novamente em pausa com o grupo.

2013 – #willpower

Durante esse período de pausa will.i.am lançou seu quarto álbum solo, #willpower, em 2013. O álbum conseguiu uma venda considerável mundial e grandes hits. “This Is Love” alcançou o topo da parada britânica, se tornando o primeiro single do Will a atingir essa marca. “Scream & Shout” com Britney Spears também foi um sucesso mundial, o clipe da música se tornou um dos mais visualizados naquele ano. O álbum ainda teve #thatPOWER com Justin Bieber lançado como single e Bang Bang. Will chegou a lançar uma versão deluxe incluindo a música “Feelin’ Myself” com Miley Cyrus.

2015 – Black Eyed Peas 20 anos

Em 2015, o grupo completou 20 anos de existência. Para comemorar essa data, will.i.am, Apl.de.Ap e Taboo se apresentaram no Coachella durante o show do David Guetta. Eles apresentaram a música “Awesome” que ainda se tornou a canção oficial da NBA Finals. Durante o show, Fergie apareceu de surpresa para cantar “I Gotta Feeling” com os garotos. Ainda em comemoração aos 20 anos, o grupo lançou a música “Yesterday”, uma homenagem aos artistas que fizeram parte e influenciaram o grupo. Fergie não participou da canção, ela explicou que como entrou apenas em 2003 achava que aquele era um momento para Will, Apl e Taboo.

2016 – Fergie volta com a carreira solo

Fergie prepara agora a volta da sua carreira solo. Ela já confirmou que o seu segundo álbum se chamará “Double Dutchess” e já lançou o primeiro single do álbum “M.I.L.F. $” que alcançou a segunda posição no iTunes. O clipe causou bastante polêmica e está indo bem nas visualizações no YouTube. Fergie se apresentou em festivais cantando algumas músicas novas e agora resta esperar o lançamento do álbum para acompanharmos os próximos capítulos.

will.i.am segue no The Voice UK e se prepara para participar também do The Voice Kids no Reino Unido. Taboo continua realizando apresentações como DJ e Apl com seu trabalho nas Filipinas.